No Dia Mundial do Coração, SOBEST ressalta a importância dos cuidados com a saúde cardíaca

CUIDE DE SEU CORAÇÃO, ELE É FORTE E VALENTE

O texto abaixo foi produzido, a pedido da Sobest, pela Enfermeira ET Ticiane Faustino Campanili*

Para que possamos ter uma boa qualidade de vida, ou seja, caminhar, trabalhar e ter uma noite tranquila de sono, nossos corações precisam trabalhar sem descanso.

Ele funciona como uma bomba propulsora que recebe sangue do corpo e, após realizar um trabalho juntinho com o pulmão, devolve o sangue rico em oxigênio para todo o organismo. É por isso que ele simboliza o amor, por cuidar de todo o corpo. Imagine se ele ficar triste e resolver não trabalhar por alguns minutos?

Para que esse trabalho seja realizado com sucesso o caminho percorrido pelo sangue deve ser livre de obstáculos e em uma velocidade controlável, porque se isso não ocorrer o coração tem que fazer muita força e pode crescer e ficar fraco.

A presença de gordura no sangue (dislipidemia), sobrepeso, sedentarismo, uso de cigarros e bebidas alcoólicas em excesso e o estresse modificam o interior dos vasos, fazendo com que o sangue não flua com facilidade e o coração trabalhe cada vez mais para mandar sangue para os órgãos.

Existem também algumas doenças que podem alterar esse percurso, como a hipertensão arterial (“pressão alta”) e o Diabetes Mellitus. Assim, se você tem alguma dessas doenças é necessário procurar um médico para que ele, junto a você, construa um plano de cuidados voltado as suas necessidades, com objetivo de manter a viagem do sangue tranquila e um coração forte.

Precisamos rever nossos hábitos e manter uma vida simples, sem exageros. O ideal é que tenhamos uma alimentação equilibrada, façamos exercícios diários, reservemos algumas horas do dia para ler um livro, ouvir uma música ou mesmo sentar no sofá e conversar com a família sobre o dia. Para as pessoas hipertensas e diabéticas o acompanhamento médico é essencial.

Devemos cuidar dos nossos corações para que ele possa manter nossa vida tranquila e feliz! Seu coração é valente, mas cabe a cada um de nós permitir que ele se mantenha forte.

 

* Graduada pela Universidade Estadual de Londrina (2003), pós-graduada pelo Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia em Enfermagem Cardiovascular (2006) e pela Universidade de São Paulo em Enfermagem em Estomaterapia (2008); Mestre em Ciências pela Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (2014), pós graduada em Gerenciamento de Enfermagem pela Universidade São Camilo (2017). Atualmente é enfermeira encarregada da Unidade de Terapia Intensiva Cirúrgica do Instituto do Coração (InCor) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Membro do grupo de estudo sobre feridas e estomas do InCor e coordenadora do grupo de Estomaterapia do HCFMUSP.

Área do Associado